NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Secretária Municipal de Saúde de Capim vem a público esclarecer que a matéria publicada no site “Atualiza Paraíba”, que traz como titulo “Paraíba tem primeiro município a admitir falta de oxigênio” e consequentemente cita que a cidade de “Capim na região do Vale do Mamanguape, é a primeira cidade paraibana a admitir que já sofre com a falta de oxigênio em decorrência do agravamento da pandemia da Covid-19”, não condiz com a realidade do município, segundo cita o texto as informações é decorrente de um questionário respondido pela Secretária de Saúde, Fabiana Gonçalves a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP). O que de fato foi respondido no questionário é que o município na ultima semana passou a ter uma pequena dificuldade ao abastecer os cilindros, diferente de como ocorria a poucos dias o município conseguia abastecer qualquer quantidade sempre que necessário, no entanto no inicio da semana passamos a ter um racionamento por parte do fornecedor. Neste momento podemos tranquilizar a população em dois sentidos, não estamos tendo nenhum agravamento nos casos de COVID-19 e nem estamos com os cilindros desabastecidos, todas as três unidades estão com seus torpedos de uso e reservas abastecidos, assim como o Pronto Atendimento e as três VTR’s do município. No entanto se por ventura a situação do nosso fornecedor segui desta forma, e por ventura houver um agravamento nos números de casos, e no número de pacientes que necessitem de oxigenação, não só Capim mais outras cidades correm o risco de desabastecimentos. A secretaria de Saúde tem feito o que esta ao seu alcance e nesse momento pedimos a população que se proteja ao máximo.

COMPARTILHAR